quarta-feira, 15 de abril de 2009

segundos, minutos, horas, dias... rotina


Mais um dia se passou, mais um dia sem falar com o seu "principe". Não é fácil manter a rotina quando sua rotina favorita era falar com ele, era ouvir a sua voz e sonhar como seria o dia seguinte falando com ele -sonhos idiotas-. Era assim que ela vivia, nessa expectativa de tornar seu sonho realidade. De repente ela se viu sozinha, perdida em um mundo estranho, com pessoas estranhas..ela teria que aprender a viver nesse novo mundo e conviver com essas pessoas. Agora que sua rotina não estava mais tão feliz o que deveria fazer? improvisar? tentar mudar tudo? Ela estava conseguindo se manter.. dia apos dia, as vezes batia uma saudade, uma vontade de ligar pra saber se ele esta bem, mandar uma msg, ela parecia uma dependente química... um dia por dia... 24 horas por 24 horas, até agora ela tinha ido bem, mas até quando ela conseguiria isso, até quando ela conseguiria se manter firme e não se deixar levar pela vontade. Ele parecia esta totalmente despreocupado em relação a ela, parecia esta bem com aquela situação e isso era o que a deixava mais triste, saber que depois de tudo, toda a amizade, ele nao tinha consideração, quando ela pensava nisso sentia uma raiva e sempre desistia de falar com ele, de manter algum contato, ou deixar ele vivo hsuahusihauis. Essa rotina de pensamentos estava fazendo mal, uma hora sonho, outra hora a dura realidade, por mais quanto tempo isso duraria? por mais quanto tempo ela ficaria nessa confusão de pensamentos.

3 comentários:

  1. Ficou mara Quel !!!!!!
    Continua escrevendo eu tÔ adorando a historia !!

    ResponderExcluir
  2. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  3. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir